Criar uma cultura de aprendizagem dentro de um ambiente corporativo torna-se a cada dia mais urgente para que a empresa possa se adaptar aos desafios do mercado. Minuto a minuto o mundo se molda a diferentes influências e estar dentro desse processo em constante movimento é uma das mais desafiadoras tarefas para os gestores de pessoal.

No geral, as pessoas tendem a aprender apenas o básico necessário para mantê-las dentro de suas funções. Inovar e pensar a frente não é algo comum. Investir o pouco tempo que têm e recursos muitas vezes escassos em novos processos de aprendizado não faz parte dos planos da maioria dos colaboradores.

Como, então, driblar essas barreiras e criar um ambiente onde inovação e aprendizado sejam objetos de interesse? Primeiramente, busque ferramentas que possam ajudar em processos operacionais, como o Acelerato, que permite atendimento eficiente de qualquer lugar e a qualquer momento.

Com isso, as equipes de trabalho terão tempo disponível e se sentirão estimuladas a pensar coisas novas. Implemente mudanças de rotina, desafie seus funcionários, premie novas soluções. Muitas vezes uma boa ideia pode nunca ser apresentada apenas pelo medo da rejeição. Treinamentos em grupo com incentivo à participação de todos são ótimas oportunidades para desenvolver novas habilidades. Convidar colaboradores para palestrarem também pode ser um desafio que proporciona crescimento.

Crie situações que exigem que se comece a olhar para as funções dos demais colegas, gerando mais coesão, entrosamento e novos ares para todo um setor. Uma boa maneira de colocar isso em prática são discussões em grupo a respeito de erros e acertos em um projeto, observando o ponto de vista de cada participante e interagindo com debates construtivos.

Outro mecanismo pode ser o job rotation, através do qual funcionários se candidatam para outras funções em setores distintos de maneira temporária, o que gera ampliação de experiências, relacionamentos e conhecimentos.

A criação de grupos de estudo ou troca de informações pode proporcionar maior interesse em aprofundar-se ou aprender novos assuntos. Que tal implementar troca de livros entre os funcionários? Ações simples como essa não demandam grandes investimentos e podem ser iniciadas em qualquer nível hierárquico.

São muitas as ferramentas disponíveis, basta ter criatividade para usá-las da maneira mais adequada às características de cada empresa e certamente elas irão gerar muitos resultados positivos.

 
Gostou?
Tem alguma dúvida, sugestão ou critica?
Por favor deixe seu comentário no final da página.
Até a próxima!
——————————————————————————————-
Este post é um oferecimento de Acelerato – Sistema Online para colaboração, comunicação e produtividade.



Ainda não conhece o Acelerato? Não perca tempo, acesse agora e cadastre-se gratuitamente clicando aqui