Neste Papo Rápido do Acelerato, Sistema de Atendimento ao cliente e Gestão de Projetos, Joyce Souza fala sobre o GTD.

Getting Things Done ou GTD é uma metodologia de produtividade cujo foco é melhorar os resultados com menos esforço.

O diferencial do método GTD, é ensinar as pessoas a se tornarem mais organizadas e produtivas e a conseguirem superar os períodos de instabilidade que são impossíveis de prever e controlar.

A falta de organização é um problema muito comum em empresas de pequeno, médio ou grande porte, e acaba afetando diretamente na produtividade. Muitas vezes, os funcionários acabam começando a executar várias tarefas ao mesmo tempo e não completam nenhuma delas por falta de atenção e de um controle maior sobre as tarefas do dia a dia.

Nessas circunstâncias, a metodologia GTD pode servir como uma grande aliada nos ambientes corporativos. Esse método é utilizado por grandes empresas e instituições, como o Itaú, Bradesco, Nestlé, Natura, O Boticário e diversas empresas.

De maneira simples, o método pode ser resumido em 5 etapas principais:

Capturar.

Neste primeiro passo, é recomendável tirar da cabeça as ideias, preocupações e afazeres do dia e escrevê-las em algum lugar de sua preferência.

O segundo passo é processar.

nesta etapa é necessário analisar com bastante atenção tudo o que foi anotado como parte das tarefas, preocupações e ideias daquele dia. Para ajudar nesse processo, faço o uso de um fluxograma.

A terceira etapa é Organizar.

um dos pontos chaves desse método é a organização, por isso, para conseguir ser produtivo é necessário manter um padrão de organização até mesmo nessa lista com os afazeres diários pois esse é o pontapé inicial para ter mais controle e domínio sobre os objetivos do dia.

A quarta etapa é refletir.

esse é o momento de definir quais são as prioridades que merecem maior destaque e refletir a razão pela qual uma atividade ou ideia merece mais atenção do que a outra.

E o quinto e último passo é o engajar.

essa é a etapa em que as tarefas e ideias são executadas, com a consciência de estar fazendo naquele momento a atividade mais importante e adequada de acordo com as prioridades estabelecidas anteriormente, o que evita distrações e preocupações sobre o tempo e se será possível concluir tudo o que é necessário.

Em suma, o GTD pode ser descrito como uma ferramenta bastante simples e acessível, que produz bons resultados para todas as esferas da empresa. Porém, tão importante quanto adotá-lo é ter a certeza de que a equipe estará engajada e pronta para fazer as mudanças necessárias com o intuito de melhorar o seu desempenho e garantir uma produtividade maior para o negócio.

Assista ao Vídeo. =D



Ainda não conhece o Acelerato? Não perca tempo, acesse agora e cadastre-se gratuitamente clicando aqui