Neste Papo Rápido, Joyce Souza vai dar continuidade ao assunto Mix de Marketing falando sobre o Preço.

A sobrevivência de uma empresa está intimamente ligada a este P, pois através dele consegue-se indicar o futuro da empresa, e o valor que será atribuído ao produto ou serviço de acordo com o público-alvo e a qualidade oferecida.

O preço é o único P do composto de marketing que produz receita e para alguns estudiosos neste assunto, o preço pode ser definido como: “A quantidade de dinheiro ou algo mais de valor que a empresa pede em troca de um produto”.

Para definir estratégias baseadas no Preço, Philip Kotler – um dos maiores especialistas em Marketing – define os seguintes aspectos a serem levados em consideração na relação Preço X Qualidade:

O Preço deve ser suficientemente alto, gerando lucro para a empresa ao passo que, para o consumidor, não seja tão elevado, pois isso pode levá-lo a restrição do produto e até mesmo a desistência da compra.

Mas, o Preço deve ser suficientemente baixo, para que tenha atrativos de venda, mas não pode ser muito baixo, pois os consumidores tendem a desprezar o produto, cujo valor está abaixo da faixa média de preços.

Portanto, o Mix de Preço é a determinação do valor tendo como base o público estabelecido, a qualidade oferecida e as condições de pagamento. Para entender e adotar corretamente este P dentro das estratégias da empresa, é preciso ter em mente quatro aspectos gerais:

• O Primeiro, é entender o preço como um fator que gera a demanda. Se o valor do produto for muito baixo, a demanda será alta.

• O segundo aspecto é se o Preço de determinado produto for alterado com frequência em ações promocionais, é importante utilizar estratégias corretas de mapeamento de preços.

• O terceiro é analisar frequente o andamento das vendas e o quanto os consumidores estão comprando determinado produto.

• E o último é a análise do lucro do produto, baseado em sua comercialização e distribuição.

Por meio da determinação correta do preço, uma empresa pode alcançar objetivos que definem estratégias como de sobrevivência, aumento do lucro atual, aumento da participação de mercado ou a liderança na qualidade de produto.

Outros itens do Composto de Preço como descontos, concessões, condições e prazos de pagamento são igualmente importantes, mas devem levar em consideração principalmente o momento e a circunstância da venda, baseados também em uma realidade de mercado junto com a concorrência, com o intuito de criar um diferencial competitivo dela.

Assista ao vídeo. =D



Ainda não conhece o Acelerato? Não perca tempo, acesse agora e cadastre-se gratuitamente clicando aqui