Para compreender melhor sobre como os conceitos de Design Thinking e Método Ágil podem estar conectados e como podem ser úteis ao dia a dia dos profissionais que trabalham com gestão de projetos, em primeiro lugar, é importante entender uma definição rápida sobre essas duas noções.

O que significa Design Thinking?

O Design Thinking não é exatamente uma metodologia, e sim uma abordagem que procura solucionar os problemas que aparecem no decorrer de um projeto de maneira coletiva e conjunta. Seguindo a lógica de manter uma empatia com os stakeholders, a abordagem posiciona os clientes como objetos centrais para o desenvolvimento de um produto, não utilizando-os apenas como consumidores finais, como é feito de acordo com uma visão mais tradicional.

Sendo assim, esse processo pode ser descrito através da tentativa de se mapear e mesclar as preferências, experiências e visões de mundo das pessoas, com o objetivo de conseguir entender de forma mais completa qual seria a melhor forma de solucionar os seus problemas. Dessa forma, se torna possível identificar quais são as principais alternativas para colocar isso em prática, tudo isso de uma forma completamente “humana” e não baseada em cálculos e matemática.

Tudo isso, com o intuito de garantir a satisfação dos clientes, algo que só consegue ser alcançado quando a empresa é capaz de compreender profundamente as necessidades, vontades e percepções de mundo dos seus consumidores.

O que é o Método Ágil?

O método ágil é uma alternativa cada vez mais utilizada frente a gestão tradicional de projetos. Esse conceito surgiu há alguns anos na área do desenvolvimento de softwares, mas atualmente já pode ser aplicada em qualquer estilo de projeto. Uma das grandes vantagens do método ágil está na sua capacidade de auxiliar as equipes que trabalham na área de projetos a enfrentar o conjunto de imprevisibilidades que podem acontecer nesse trabalho.

Além disso, o método ágil tenta promover um estilo de gerenciamento de projetos através do qual os funcionários conseguem se adaptar as mudanças e imprevistos mais facilmente. Desse modo, esse conceito aborda temas como o trabalho em equipe, a importância de manter a organização, a troca de informações e ideias de modo frequente e a entrega de trabalhos de valor, entre outros. Em suma, esse método engloba um conjunto de práticas muito eficientes que promovem uma entrega mais rápida de um produto com máxima qualidade, alinhando toda a fase de elaboração do projeto com as preferências e vontades dos clientes.

Como o Design Thinking e o Método Ágil podem auxiliar em conjunto para a Gestão de Projetos?

A integração entre o Método Ágil e o Design Thinking já se tornou uma realidade muito comum nas empresas do setor digital, nas quais os projetos são muitas vezes vistos como startups por serem muito inovadores e projetados de forma minuciosa e complexa.

A combinação desses dois conceitos possibilita uma grande simplificação, além de um ritmo mais acelerado para o desenvolvimento dos trabalhos criativos e de suas respectivas soluções. Tudo isso, com o intuito de que as empresas, organizações e a equipe de funcionários possam se adequar ao mesmo ritmo rápida em que as inovações tem sido implantadas nos dias de hoje.

Sem o uso de abordagens como o Método Ágil e o Design Thinking, os profissionais que trabalham na área de Projetos encontram dificuldades em lidar com a excessiva carga de trabalho, a qual está sempre sendo moldada por um imenso volume de informações, que em muitas ocasiões, é formado por dados desnecessário e redundantes que não terão utilidade.

Foi com a intenção de resolver esses problemas que vários estudos e pesquisas foram realizados a partir dos anos 80, procurando encontrar maneiras que facilitassem o processo de desenvolvimento dos projetos e garantissem uma agilidade maior aos profissionais da área.

Conforme os anos foram passando, as metodologias ligadas ao Método Ágil e ao Design Thinking evoluíram e se tornaram mais sofisticadas. Assim, a qualidade também foi sendo aprimorada, resolvendo com mais facilidade problemas tradicionais anteriormente muito comuns durante a fase de desenvolvimento dos projetos.

Portanto, ao fazerem uso dessas abordagens, as empresas se tornam mais competitivas e produtivas dentro do mercado em que atuam, duas características essenciais para que as corporações possam alcançar resultados comerciais positivos nos dias de hoje, cada vez mais acirrados.

O Acelerato é um sistema de atendimento 100% online, que permite uma maior flexibilidade ao projeto que está em fase de criação e desenvolvimento pela equipe, tendo em vista que este pode ser acessado de qualquer lugar e a qualquer hora. Com o apoio desse sistema, uma conjunto de funções de controle e gestão passam a estar disponíveis ao uso dos profissionais da área de Projetos, o que impacta de maneira direta para a expansão da produtividade e também da agilidade de toda a equipe.

Gostou?
Tem alguma dúvida, sugestão ou critica?
Por favor deixe seu comentário no final da página.
Até a próxima!
——————————————————————————————-
Este post é um oferecimento de Acelerato – Sistema Online para colaboração, comunicação e produtividade.



Ainda não conhece o Acelerato? Não perca tempo, acesse agora e cadastre-se gratuitamente clicando aqui