Quando você gerencia um projeto existem varias categorias que são trabalhadas durante o processo e o gerenciamento de requisitos é uma delas. Os requisitos definem os detalhes relativos ao escopo que é a descrição do que se espera do projeto, ou seja, a expressão refere-se a idealização daquele produto ou serviço que deve ser criado, entregue ou feito.

Coletar os requisitos significa definir e documentar as necessidades das partes interessadas para se chegar aos objetivos estabelecido para o projeto. São eles que escolhem o caminho que deve ser tomado, as funcionalidades, as especificidades de qualidade e desempenho, os detalhes que precisam estar presentes no produto final.

O gerenciamento de requisitos, por sua vez, refere-se ao conjunto de atividades que possibilita a equipe do projeto a identificar, controlar e rastrear esses requisitos, bem como as suas alterações – é o processo que gerencia as mudanças nos requisitos do projeto. Essas mudanças podem decorrer de erros ou confusão no processo de engenharia de requisitos, design ou, até mesmo, problemas de implementação.

Novos requisitos podem surgir também conforme os stakeholders – público que têm participação, investimento ou interesse no negócio – desenvolvem uma melhor compreensão do produto ou serviço em questão, ou em decorrência de mudanças nas circunstâncias externas como, por exemplo, novas leis ou regulamentações que, por ventura, venham a ser introduzidas no ambiente do empreendimento.

São considerados incompletos ou inconsistentes, os requisitos que não estão de acordo com as principais necessidades ou não satisfaçam as expectativas dos consumidores daquele determinado produto.

Mas quais são as principais preocupações de gerenciamento de requisitos?

É preciso preocupar-se em:

  • Gerenciar mudanças nos requisitos acordados;
  • Gerenciar os relacionamentos entre os requisitos;
  • Gerenciar as dependências entre o documento de requisitos e outros documentos produzidos ao longo do processo de desenvolvimento do projeto.

E quais são as principais categorias de requisitos?

Podem existir inúmeros requisitos dentro de um projeto, desde que toda a informação esteja organizada em uma matriz de rastreabilidade, para que todos os dados possam ser conferidos e bem gerenciados durante a construção do projeto.

Dentro das categorias dos requisitos, os mais comuns são os chamados requisitos técnicos, que especificam de que maneira o produto deve ser feito; os funcionais, que tratam do que o produto deve ser capaz ou não de fazer; e os de qualidade, que referem-se à desenvoltura que se espera do produto, depois de pronto.

 
Gostou?
Tem alguma dúvida, sugestão ou critica?
Por favor deixe seu comentário no final da página.
Até a próxima!
——————————————————————————————-
Este post é um oferecimento de Acelerato – Sistema Online para colaboração, comunicação e produtividade.



Ainda não conhece o Acelerato? Não perca tempo, acesse agora e cadastre-se gratuitamente clicando aqui