Você é um gênio! Tenha certeza disso, e tenha certeza também, que se você não se acha um gênio é porque você mesmo se impede de ser e se mostrar um. Nossa equipe tem discutido recentemente sobre um livro escrito pelo Seth Godin, “Linchpin”.

Neste livro, Godin discute sobre a nova visão do mercado sobre as pessoas e suas habilidades, o que as empresas esperam das pessoas no mundo moderno e o que é necessário para se destacar e crescer na sua carreira. Ele apresenta uma visão sobre como o comportamento das pessoas no mundo do trabalho e como isto vem evoluindo ao longo das decadas. Antigamente as pessoas eram tratadas como meras engrenagens de uma fabrica ou de uma empresa, pessoas que não necessitavam de se expressar e demonstrar sua opiniões. 

Uma pessoa podia entrar e sair do trabalho sem a necessidade de executar nenhum tipo de raciocínio mais elaborado, isto porque seu trabalho já estava definido através de um roteiro que era pensado frequentemente por outras pessoas.  PERL (percentage of easily replaced laborers, ou porcentagem de trabalhadores facilmente repostos): Na era da fábrica, o principal objetivo dos patrões era maximiza o fator PERL, se uma pessoa pode facilmente substituída, você pode pagar menos pelo seu trabalho.

aba96b7e6c338cef703ff69f9f8882d2

Com passar dos anos as pessoas começaram perceber que a melhor forma para crescer em sua carreira, seria demonstrar sua capacidade de fazer aquilo que as outras pessoas tinham dificuldade, pensar. O que Godin discute é que toda pessoa tem a capacidade de fazer mais, de se destacar, e de aprender habilidades com esforço e dedicação. 

Ser um Linchpin é ser uma pessoa indispensável para o seu grupo, seja ele um grupo de trabalho, familiar, escolar ou religioso. O Linchpin é capaz de se destacar não só pelo que produz e pelo que entrega, mas pelo que é capaz de extrair das outras pessoas, através de sua visão e relação com outras pessoas, ninguém pode ser um Linchpin, trabalhando sozinho.. A idéia da presença do Linchpin, é como uma evolução ao pensamento da Teoria X e teoria Y da Administração.

linchpin table

Você deve criar seu mapa e liderar pessoas

Não existem mais trabalhos legais onde alguma outra pessoa te diga exatamente o que precisa  ser feito”

Se você procura um trabalho onde deve fazer mais do que seguir instruções, não se surpreenda se for pedido que faça algo que não lhe foi ensinado na escola. Pensar coisas como “Não é meu trabalho” pode destruir toda uma empresa, lembre-se que a responsabilidade pela sua empresa é sua também, e por isto, não espere que alguém lhe diga o que deve ser feito, não espere um mapa, faça seu mapa, monte seu roteiro. Se você é responsável pela sua vida, você é capaz de dizer o que é mais importante.

“Se sua agenda é definida por outra pessoa, e não te direcional para onde você realmente gostaria de ir, então porque diabos esta é sua agenda?

Desenhe um mapa e lidere, o que difere um líder de um chefe, é que as pessoas seguem o líder, e seguem porque querem, não porque são obrigadas. Somos ensinados a pensar que devemos encontrar um trabalho que se encaixe com o que gostamos, quando na verdade, você deve ser apaixonado com o que trabalha, só assim você fará diferença, e seu trabalho fará diferença em sua vida.

Linchpins não encontram sucesso trabalhando sozinhos, eles são especialistas em criar conexões com as pessoas, e a unir estas pessoas para alcançar um objetivo e tornar-se um Linchpin não se trata de um ato egoísta. Isto deve ser visto como um ato de generosidade, pois um Linchpin não se preocupa apenas com seu sucesso, e sim o ambiente em que está inserido.

Abra-se para os feedbacks, identificar um feedback que possa te ajudar de uma critica destrutiva leva tempo e prática, mas você só poderá praticar se estiver aberto a receber muito material.  Lembre-se que as pessoas buscam atenção, e querem se sentir próximas, aproveite o potêncial das outras pessoas à favor delas mesmas, para cumprir o objetivo de muitos.

Conhecimento profundo sobre um assunto não é mais o maior diferencial para um profissional, pois se o conhecimento não estiver aliado com uma grande capacidade de fazer escolhas, e um bom julgamento, você nunca sairá do lugar.

As sete habilidades de um Linchpin

  • Criatividade
    • Pessoal , original, inesperado , útil
  • Criatividade única
    • Requer conhecimento de domínio , uma posição de confiança , a generosidade de realmente contribuir; implica que a criatividade é focada e perspicaz.
  • Entrega de criatividade única
    • O mais difícil de todos; você também precisa  ser apaixonado o suficiente para arriscar a rejeição que entregar uma solução pode trazer; você deve entregar!
  • Gerenciamento de uma situação ou organização de grande complexidade
    • “Quando a situação fica muito complexa é impossível seguir o manual, porque não há nenhum manual.” Mapeamento e juízo claro deve ser praticado .
  • Liderar clientes
    • ” Toda pessoa que interage com um cliente está fazendo o marketing como liderança”.
  • Inspirar Pessoas
    • A equipe em repouso tende a permanecer em repouso ; seu trabalho é fazer com que algo aconteça.
  • Proporcionar um conhecimento profundo de domínio
    • O conhecimento de domínio profundo é raramente suficiente para se tornar indispensável; combiná-lo com decisões inteligentes e generosas contribuições, porém, mudam as coisas
  • Possuir um talento único
    • Você deve ser referência em um assunto, mesmo que este assunto seja unir pessoas e liderar.

 

Linchpin são artistas

O mundo precisa de artistas, artistas são pessoas com a capacidade de visualizar o problema, e o Linchpin é um artista nato, fazer conexões com as pessoas e mudar o comportamento das pessoas ao redor, mas isto, sempre no objetivo de entregar algo.

Um Artista de verdade entrega resultados. Você pode pensar: “Mas eu nunca tenho boas idéias”. Se você acha que nunca tem boas idéias, pergunte-se: “Eu tenho alguma má idéia?”. A resposta é não, então  comece a gerar más idéias também, em algum momento você terá tanto boas idéias, quanto más idéias. Seu maior inimigo é a resistência, e é ela que impede que as pessoas sejam melhores no que se dispõem a fazer. Por isto, nós não precisamos de mais gênios, nós precisamos de menos resistência.

Conclusão

Você é um Linchpin ou mais uma engrenagem do sistema? Assim com o que se pode encontrar sobre a teria X e Y da administração, é que ninguém conscientemente se considera uma engrenagem, ou não deveria. Todas as pessoas se veem como pessoas esforçando-se para fazer o que podem fazer de melhor, mas que não entregam mais por motivos alheios às suas vontades. Não é nosso papel julgar nossos colegas de trabalho como “dispensáveis”, e sim criar uma cultura e organização de trabalho, onde as relações entre as pessoas sejam indispensáveis.

Um time é capaz de extrair o que há de melhor de cada jogador, mas uma pessoa mal intencionada, pode destruir todo o time. Procure ser o agente de mudança, faça arte, entregue qualidade, entregue satisfação, faça com que as pessoas ao seu redor te considerem indispensável, não por você ser o expert em um conhecimento específico, e sim por desejarem a sua presença, por motivar e por liderar. Então esqueça a pergunta original. pergunte-se de forma diferente: Em que direção você está seguindo? Lembre-se de sempre se fazer algumas perguntas e refletir sobre seu trabalho e seu dia.

  • “Qual é a minha arte?”
  • “O que devo fazer agora?”
  • “O que estou resistindo?”
  • “Por que eu estou resistindo?”
  • “O que eu temo?”
  • “Eu não posso … ou eu não quero?”
  • “O que me faz incrivelmente bom no meu trabalho?”
  • “Como eu posso ser mais artístico, motivada, consciente e verdadeiro?”
  • “Eu estou em movimento?”
  • “Estou exercendo trabalho emocional?”

Alguns Extras

Nós aqui da Bluesoft já temos discutido sobre este assunto há um tempo. E algumas pessoas já produziram conteúdos sobre o assunto, e para lhe ajudar, seguem mais alguns links que podem ser úteis.

Bluesoft Podcast #18 – Linchpin: Você é indispensável? 

Linchpin Manifesto



Ainda não conhece o Acelerato? Não perca tempo, acesse agora e cadastre-se gratuitamente clicando aqui