recrutamento e seleção

 

Muitas empresas se perguntam se vale a pena ou não investir em um bom recrutamento e seleção, quais vantagens vão tirar disso, como devem fazer para recrutar bons candidatos e selecionar bons futuros funcionários, hoje vamos abordar um pouco desse assunto e dar algumas dicas que vão auxiliar a sua empresa nessa tarefa.
Primeiramente vamos falar um pouco sobre o recrutamento, antes de anunciar uma vaga, é necessário que a empresa saiba com exatidão o cargo que pretende preencher e fazer a análise de cargos e salários para que anuncie a vaga compatível com o mercado de trabalho, feito essa análise a vaga pode ser anunciada. Vejamos os dois tipos de recrutamento mais utilizados:

 

Recrutamento Interno: esse tipo de recrutamento é feito com colaboradores da própria empresa, ou seja, você pode aproveitar os próprios colaboradores para preencher as vagas necessárias. Esse recrutamento é muito bom em vários sentidos, primeiro pelo baixo custo, pois não será necessário contratar empresas especializadas em recrutamento e seleção, além de não precisar anunciar vagas pagas, outra vantagem é a promoção dos seus colaboradores, que vão se sentir mais valorizados por terem sido a primeira opção da empresa no preenchimento de novas vagas.

 

Recrutamento Externo: Diferente do tipo de recrutamento acima, esse é feito de forma externa, ou seja, serão recrutadas pessoas de outras empresas ou que estão a procura de novas oportunidades no mercado de trabalho. Para anunciar as vagas temos diversas opções, sites de busca, redes sociais, consultorias, anúncios em jornais e revistas, cartazes, ou até mesmo no banco de dados da empresa de recrutamentos anteriores. A vantagem desse recrutamento é a diversidade e a quantidade de pessoas que serão atraídas pela vaga.

 

Feito um bom recrutamento, selecionando bons candidatos vamos iniciar o processo de seleção, esse processo é primordial para a assertividade do colaborador na organização.
Lembrando que o processo deve estar de acordo com os interesses da organização, pois esse é o primeiro contato de ambos, ou seja, essa será a imagem que a empresa terá do candidato e que o candidato terá da empresa.
Vejamos abaixo alguns passos de como fazer uma seleção mais assertiva:

Conhecendo o profissional:Conhecendo o profissional: no primeiro contato é interessante entregar ao candidato uma ficha onde ele possa colocar as informações básicas como nome completo, endereço, telefone, e-mail, escolaridade e com possíveis perguntas e questionários que possam auxiliar no preenchimento da vaga, como por exemplo, uma vaga para operadora de caixa, podemos colocar questões de matemática, atendimento ao cliente, raciocínio lógico, essas são ferramentas que auxiliam na eliminação durante o processo.

 

Dinâmica de Grupo Dinâmica de Grupo: Essa ferramenta nem sempre se faz necessária dependendo da vaga que será preenchida, geralmente é utilizada em vagas que necessitam de muitos candidatos. É de grande valia o uso da dinâmica de grupo, pois através dela a empresa consegue capitar candidatos com potencial de liderança, espírito de equipe e se feita por psicólogos é possível ainda ver algumas características que podem ser necessárias para a vaga.

 

Teste Teste PsicológicoPsicológico: Hoje em dia algumas empresas contratam psicólogos ou até consultorias para fazer teste psicológico em seus candidatos, esses testes são muito úteis e dependendo da vaga são primordiais, através deles podemos analisar as características, personalidade, concentração, distúrbios, raciocínio lógico, capacidade intelectual, ansiedade, entre outros, existem inúmeros testes e cada um é aplicado de acordo com o perfil da vaga desejada.

 

EntrevisEntrevista com Coordenador / Supervisorta com Coordenador / Supervisor: Esse processo é solicitado em algumas empresas, geralmente o Coordenador/ Supervisor solicita ao RH que após todos os processos citados acima ele faça a entrevista final, pois os candidatos que ele entrevistará já terão passado pelos filtros necessários e atenderão ao perfil solicitado muitas vezes por ele mesmo. Nesta entrevista o Coordenador/Supervisor fará perguntas para saber se aquele candidato se adequará ao que ele procura, respeitando a Cultura da empresa.

 

ContratContrataçãoação: A contratação é a etapa final, após todos os filtros acima o candidato escolhido com certeza terá um perfil adequado as especificações da vaga e as chances do funcionário não atender as expectativas da empresa será bem menor. Essa é a parte burocrática do processo, onde são recolhidos os documentos necessários e feito a efetivação do funcionário.

 

 

Essas dicas acima servem para minimizar as chances de uma má contratação, mas se mesmo assim a contratação não tiver sido feita com sucesso, a empresa ainda tem a chance de avaliar melhor o funcionário no período de experiência e pode com isso fazer um novo processo seletivo.

 

Gostou?
Tem alguma dúvida, sugestão ou critica?

Deixe seu comentário mais abaixo.

Até a próxima!

——————————————————————————————-

Este post é um oferecimento de Acelerato – Gestão de Projetos e HelpDesk online para a sua empresa



Ainda não conhece o Acelerato? Não perca tempo, acesse agora e cadastre-se gratuitamente clicando aqui