Os gráficos de burndown e burnup são ferramentas do Scrum que representam o progresso do trabalho das equipes ágeis.

Através desses gráficos, será possível medir a velocidade média de entrega da equipe, ou seja, o quanto a equipe é capaz de entregar dentro de um prazo determinado, que pode ser de um dia, uma semana, uma sprint (releases ou entregas semanais), etc.. Além de permitir identificar fatores que possam influenciar na alteração da produtividade, como por exemplo: tarefas muito complexas ou mal planejadas, ausência de membros da equipe, entre outros.

Gráfico Burndown

O gráfico de Burndown demonstra a performance da equipe comparando o que foi planejado ao que foi entregue. Através desse gráfico, é possível verificar se a equipe está à frente ou atrás do cronograma. Isso é fundamental para tomar as medidas necessárias para adaptação, se necessário.

O gráfico possui um eixo X que representa o tempo, que pode ser medido em dias, semanas, sprints, entre outros. Enquanto o eixo Y demonstra a entrega planejada, que pode ser em horas de trabalho ou em pontos de histórias.

Este gráfico terá uma linha ideal que representa uma meta de entregas conforme o tempo que irá declinando ao longo do tempo e uma linha que representará a entrega real da equipe. Quanto mais próxima a linha de entrega estiver próxima à linha ideal, melhor foi o planejamento/execução da equipe. Quanto mais distante ou com maior variações, significa que houveram problemas durante a sprint que comprometeram a entrega.

Exemplos de gráficos Burndown

Agora, vamos ver alguns exemplos de Burndown e análises que podemos fazer com base nos resultados:

A linha em preto mostra a linha ideal do burndown, enquanto a linha em vermelho mostra o que foi entregue pela equipe ao longo dos dias.

Na primeira situação, vemos que a linha vermelha não chegou ao zero, o que significa que a equipe não conseguiu entregar o que foi planejado.

nao atingiu meta

Com isso, podemos concluir que houveram problemas com essa sprint, o planejamento pode ter sido mal realizado ou a equipe pode ter encontrado dificuldades no desenvolvimento das tarefas que impediram a entrega.

A partir daí, cabe à equipe se reunir e discutir maneiras de melhorar a sua entrega para atingir a meta.

Na segunda situação, vemos que a equipe conseguiu entregar o que foi planejado. Porém, em um dia houve uma grande variação que afastou a linha de entrega da linha ideal:

meta com variacoes

Isso pode ter sido causado, por exemplo, pela ausência de um membro da equipe, ou por qualquer outra situação isolada nesse dia.

Já na terceira situação, notamos que a linha de entrega se manteve constantemente próxima a linha ideal.

ideal

Isso demonstra que a equipe está em dia com o seu planejamento e execução. Esse tipo de entrega é o que as equipes devem buscar.

Gráfico Burnup

O gráfico de Burnup é apresentado de uma maneira bem próxima ao Burndown. A diferença é que ele exibe o total que foi planejado e o quanto a equipe já progrediu para alcançar esse objetivo. Ele é mais utilizado para medir a entrega do projeto como um todo, permitindo prever se a entrega será feita na data estimada.

Assim como no Burndown, o gráfico de Burnup possui um eixo X que representa tempo e o eixo Y que representa o total do esforço planejado. Nesse gráfico, a linha ideal se mantém constante enquanto a linha da entrega irá se estender em direção à meta.

Vejamos alguns exemplos:

Na primeira situação, temos um Burnup ideal para a equipe que mostra que o planejamento/executado foi realizado com sucesso.

burnup ideal

Podemos notar que a entrega se manteve constante e atingiu a meta.

Já na segunda situação, vemos através do Burnup que a equipe não conseguiu atingir a meta planejada

burnup nao atingiu meta

No exemplo abaixo, temos o burnup para medir uma sprint, por exemplo. Porém ele também pode ser utilizado para medir o andamento de todo o projeto, mostrando a meta (em preto), o que foi entregue até o momento (em vermelho) e quanto ainda resta para cumprir a entrega (em azul).

burnup entrega

Dessa maneira, é possível analisar se as entregas de cada sprint serão suficientes para realizar o planejado dentro do prazo.

Burndown x Burnup

Ambos os gráficos representam o progresso na entrega do trabalho. Basicamente, a diferença é na forma como os dados são apresentados. Assim, o burndown mostra o quanto falta para atingir a meta enquanto o burnup mostra o que já foi feito até o momento.

Esses tipos de gráficos são úteis principalmente em reuniões de equipe como as retrospectivas ágeis, pois tornam visuais qualquer problema que possam estar afetando a produtividade da equipe ao longo do período. Dessa forma, é possível discutir ações e medidas para solucionar os problemas antes de comprometer a entrega do projeto.

Além disso, o uso desses gráficos podem fornecer informações importantes como:

  • Quanto a equipe é capaz de entregar?
  • Qual é o desempenho geral do projeto?
  • As entregas serão feitas no prazo planejado?
  • Quando aproximadamente será a data de conclusão do projeto?

 

Burndown x Burnup no Acelerato

O Acelerato permite fazer o gerenciamento de projetos de maneira virtual. Essa ferramenta possui todos os recursos necessários para geração gráficos de burnup e burndown de cada release, podendo ainda ter a visão separada por equipes ou projetos. Outro recurso interessante é possibilitar visualizar a entrega pelo número de tickets da sprint ou pelo esforço planejado.

Abaixo, vemos um exemplo de um gráfico burndown gerado no acelerato:

burndown acelerato

Já nesta imagem, vemos um gráfico burnup gerado também pelo acelerato:

burnup acelerato

 

Quer receber dicas sobre atendimento, gestão e projetos ágeis? Então inscreva-se na newsletter no canto superior direito desta página.

 



Ainda não conhece o Acelerato? Não perca tempo, acesse agora e cadastre-se gratuitamente clicando aqui