gestão-de-projetos

Desenvolver um software exige conhecimento técnico e experiência para ter bons resultados, suprir as necessidades do cliente e até superar suas expectativas. Este processo exige uma gestão de projetos eficiente para que a equipe seja capaz de aplicar as técnicas necessárias, utilizar as ferramentas disponíveis e otimizar seu conhecimento e suas habilidades para agregar valor ao produto.

Independentemente da complexidade do projeto, seja um trabalho mais simples ou mais estruturado, os profissionais podem tirar proveito dos métodos ágeis de desenvolvimento de software para ter mais controle e rapidez na execução do serviço. A metodologia ágil é baseada em princípios que valorizam a interação entre os indivíduos, a funcionalidade do software, a integração entre o design e fatores técnicos, a capacidade de reação frente a mudanças, rapidez na entrega, cooperação e satisfação do cliente.

Os métodos ágeis proporcionam diversos benefícios, como a possibilidade de mensurar o retorno do investimento mais rapidamente, visibilidade de todas as etapas do projeto, identificação antecipada de problemas, participação do cliente, adaptação a mudanças, expectativas mais próximas da realidade e mais chance de se cumprir o prazo de entrega. Este tipo de metodologia ainda ajuda a otimizar o tempo, acompanhar a evolução do projeto e o cumprimento das metas ou objetivos estabelecidos, priorizar as demandas mais importantes e quantificar a produtividade.
 

Práticas fundamentais para os métodos ágeis

 
Na metodologia ágil, a interação entre a equipe é essencial, já que cada profissional tem uma função importante, deve saber quais atividades devem ser realizadas, quais são os objetivos e os prazos. O gestor de projetos deve valorizar cada integrante e a comunicação deve ser fácil e eficiente entre os membros da equipe e também com o cliente.

A criação de um planejamento flexível das atividades e de um cronograma com os prazos a serem cumpridos também é importante. O planejamento dará as coordenadas para que o projeto saia do papel e tome forma, de maneira que possa ser adaptado caso ocorra alguma mudança e defina as prioridades.

Ter um pensamento simples é outra prática que ajuda na gestão de projetos ágil. Deve-se começar do ponto mais básico para o mais complexo, utilizar o menor número possível de métodos e atender as exigências atuais. O projeto deve ser lapidado sempre com foco na simplificação do código sem reduzir as funcionalidades do software.

Outra prática do método ágil é o feedback, gerado por meio de testes constantes do software. Os resultados apresentam os possíveis erros e se as funcionalidades atendem as necessidades dos clientes. Fazer a entrega frequente do projeto, com atualização do software a cada versão, contribui para o feedback do cliente. A descrição do software deve apresentar ao cliente o seu desenvolvimento de forma transparente e de fácil compreensão, sem a inclusão de termos técnicos.

 
Durante o desenvolvimento do projeto, todos os profissionais que fazem parte da equipe devem conhecer o código para agregar valor ao software, mesmo que não tenha sido o criador deste código específico. Caso ocorra algum problema e algum membro tenha que sair da equipe, não há prejuízos na continuidade do projeto.

 
Gostou?
Tem alguma dúvida, sugestão ou critica? Por favor deixe seu comentário no final da página.
Até a próxima!
——————————————————————————————-
Este post é um oferecimento de Acelerato – Gestão de Projetos e Help Desk online para a sua empresa



Ainda não conhece o Acelerato? Não perca tempo, acesse agora e cadastre-se gratuitamente clicando aqui