Os conflitos são o tipo de situação que a maior parte das pessoas tentam evitar mas que muitas vezes acabam acontecendo dentro de um ambiente de trabalho. Em uma equipe de gestão de projetos, eles são ainda mais suscetíveis de ocorrerem devido a atmosfera de pressão e alta demanda que muitas vezes engloba esse meio. Por esta razão, o gestor de projetos precisa saber lidar diretamente com os conflitos, tendo em vista que eles podem acontecer a qualquer momento.

Neste caso, é importante fazer um rápido parêntese e ressaltar que nem toda discordância dentro de uma equipe de projetos pode ser considerada como um conflito. Uma situação só deve ser classificada desta forma quando ela acaba se tornando prejudicial ao desenvolvimento do projeto. Caso isso não aconteça, o problema é apenas uma divergência, algo muito comum de acontecer, e que não exige a mesma atenção e cuidado por parte do gestor do projeto.

De acordo com alguns estudos direcionados a esse tema, uma das principais causas que levam ao aparecimento de conflitos em equipes de projetos são relativas aos prazos em que o trabalho deverá ser concluído. Logo em seguida, outros temas causadores de discórdia são as questão de definição das prioridades, assuntos relativos à mão de obra, fatores técnicos e administrativos, choques de personalidade e ainda conflitos causados devido as opiniões distintas em relação aos custos.

Como é possível notar, são várias as razões que podem levar ao aparecimento de conflitos dentro de um projeto. Além de causarem prejuízos em relação ao tempo e a capacidade da equipe, eles ainda desgastam a atmosfera de trabalho e podem gerar danos incalculáveis. Por isso, o melhor é que o gerente de projetos tente evitá-los através da adoção de algumas técnicas básicas, como as mencionadas a seguir:

1) Crie uma boa atmosfera de trabalho

Como ressaltado anteriormente, uma equipe de projetos lida de forma constante com prazos e um tempo reduzido para concluir suas tarefas, portanto, para tentar amenizar esse ambiente de pressão e cobranças, a melhor alternativa é apostar em uma atmosfera de trabalho tranquila e agradável sempre que possível. Para isso, uma boa opção é adotar intervalos durante o expediente para que os funcionários possam relaxar a mente por alguns instantes e, caso possível, criar também um ambiente com sofás, cadeiras, cafeteira e o que mais convir, para que a equipe possa interagir e conversar de forma descontraída.

2) Tenha empatia e saiba ouvir a todos os lados

Caso a situação evolua de fato para um conflito, é essencial que o gerente de projetos possua o dom da empatia para conseguir compreender perfeitamente a situação. Dessa forma, é possível se colocar no lugar das outras pessoas e entender melhor as suas razões dentro de um determinado cenário. Além disso, para conseguir ser justo e lidar com o problema de forma contundente, é preciso ouvir com atenção a todos os lados envolvidos no conflito antes de tomar qualquer decisão.

3) Estimule o diálogo e um ambiente compartilhado

Promover o diálogo dentro de uma equipe de projetos fará com que os envolvidos se sintam mais livres para expressar as suas ideias e, até mesmo, as suas divergências de pensamento. Contudo, é preferível que essas divergências sejam expostas e discutidas de maneira construtiva do que as mesmas acabem sendo oprimidas e vindo a tona posteriormente na forma de um conflito. Para colocar esse técnica em prática, é simples, bastando que o gestor dê voz ativa a sua equipe e esteja disposto a ouvir e debater ideias durante todas as fases do projeto.

4) Lide com o conflito rapidamente sem deixá-lo para depois

Em algum momento, por melhor que seja um local de trabalho, um conflito vai acabar acontecendo, e nessa hora é essencial que o gerente de projetos saiba agir de forma rápido, logo ao perceber que o problema existe. Muitos líderes, ao assumirem que o problema se resolverá sozinho sem qualquer intervenção, acabam contribuindo para que ele tome dimensões cada vez maiores. Desse modo, logo ao suspeitar que algo possa estar errado, o ideal é trazer toda a equipe para a discussão e lidar com conflito de forma clara e transparente, o que facilita a sua resolução.

5) Aprenda com os erros do passado para não cometê-los de novo

Caso já tenham tido conflitos anteriormente que geraram problemas ao projeto e não foram resolvidos da forma como deveriam ter sido, um bom gerente é capaz de dissecá-los e identificar em quais pontos errou para que assim, aprimore suas técnicas e consiga resolver esse tipo de situação mais facilmente nas próximas vezes. Um bom líder não é aquele que não erra nunca, e sim aquele que consegue tirar boas lições com os seus erros para que eles não voltem a ser cometidos no futuro.

O Acelerato é uma ferramenta de atendimento que funciona totalmente online, através da qual é possível ter mais flexibilidade ao desenvolver um trabalho, pois este pode ser acessado a qualquer momento e também de qualquer lugar. Ao trabalhar com essa plataforma, uma grande variedade de funções e controle de gestão são disponibilizadas para o uso durante a elaboração de um projeto, o que auxilia de forma direta para que ocorra um aumento na produtividade e uma economia no tempo de toda a equipe.

Gostou?
Tem alguma dúvida, sugestão ou critica?
Por favor deixe seu comentário no final da página.
Até a próxima!
——————————————————————————————-
Este post é um oferecimento de Acelerato – Sistema Online para colaboração, comunicação e produtividade.



Ainda não conhece o Acelerato? Não perca tempo, acesse agora e cadastre-se gratuitamente clicando aqui