Comércio eletrônico: uma fatia dos lucros pode ser sua

Não há argumentos que resistam a fatos que se evidenciam por números robustos. Isso é verdade, por exemplo, quando se trata de reconhecer tendências de mercado, ou seja, quando o assunto envolve processos que estabelecem ou modificam perfis de consumo. A esse respeito, não há quem discorde de que o e-commerce veio para ficar, sustentado pela expansão do uso da internet em todo o mundo. Para que se tenha uma ideia mais precisa sobre aquilo de que estamos falando, vale registrar que o comércio eletrônico no Brasil teve um crescimento da ordem de pouco menos de setenta bilhões de reais durante o ano de 2016.

O valor impressiona, inegavelmente. Mas, e daí? Quem ganha, de fato, com isso? Os comerciantes mais bem posicionados para lucrar com o mercado on-line são aqueles que, além de perceberem a importância das plataformas eletrônicas suportadas pela internet para o giro de seus produtos, também notaram que os acessos aos portais de compra acontecem, cada vez mais, por meio de dispositivos móveis, como tablets e smartphones. Aliás, ao longo de 2016, tais dispositivos foram responsáveis pela geração de aproximadamente dez bilhões de reais no varejo eletrônico, o que representa mais de catorze por cento do total movimentado nessa modalidade. Por outro lado, não obstante a atração que cifras elevadas provocam, é bom ter claro que nenhum negócio se resume a dinheiro. Melhor dizendo, muito antes e além das finanças estão as pessoas que fazem com que qualquer negócio floresça – os clientes. Nesse sentido, mais do que tudo, o comerciante precisa desenvolver estratégias e carrear meios voltados para a excelência no atendimento.

Para isso, deve cuidar da interface por meio da qual estabelecerá contato com os potenciais consumidores de seus produtos ou serviços. Soluções para esse tipo de necessidade são oferecidas por empresas que prestam serviços de help desk, cujas linhas principais de atuação começam com ações de pré-venda, passam pela solução de questões práticas relacionadas à tecnologia da informação e culminam com o pós-venda, garantindo que toda negociação gere uma experiência positiva para o cliente. É esse o nicho de atuação do Acelerato, ferramenta on-line que oferece serviço customizado e garante integração com mais de quinhentos aplicativos. Além disso, permite a criação de conta gratuita com quinze dias de acesso livre à plataforma, de modo que todas as funcionalidades disponíveis sejam testadas.

Gostou?
Tem alguma dúvida, sugestão ou critica?
Por favor deixe seu comentário no final da página.
Até a próxima!
——————————————————————————————-



Ainda não conhece o Acelerato? Não perca tempo, acesse agora e agende uma demonstração com um de nossos especialistas clicando aqui