No Papo Rápido de hoje, Joyce Souza fala sobre Personas.

Para aumentar as chances de crescimento, êxito, sucesso, todo o negócio precisa ser direcionado. Se você quer chegar a algum lugar, precisa saber para qual lado está correndo. Precisa definir para quem está vendendo e com quem está interagindo. Na área de vendas, a expressão “Persona” nada mais é do que a construção de um cliente idealizado.

Em um empreendimento, definir quem é o consumidor, quais são suas características, necessidades e vontades é essencial. E desta forma, é possível melhorar os produtos e adquirir novos clientes, com a produção de conteúdo relevante para um público previamente determinado, por exemplo.

A Persona é um tipo de representação fictícia de um consumidor ideal para o seu produto ou serviço. No entanto, para a criação dela, tudo deve ser baseado em dados reais, relacionados à observação de comportamentos e características demográficas dos clientes, assim como motivações, preocupações, objetivos e desafios.

Apesar de serem conceitos bem parecidos, Personas e Público-Alvo não são sinônimos. O Público-Alvo é a representação de uma parcela da sociedade, de um forma mais geral, para quem você vende seus produtos e serviços.

Já a Persona é o seu cliente idealizado, ou seja, aquele para o qual você gostaria de prestar atendimento. A Persona é uma definição mais específica e humanizada dos seus possíveis consumidores.

Vale destacar também que, dentro das estratégias de marketing, a Persona de uma empresa não precisa ser, obrigatoriamente, única, é possível criar mais de um tipo de cliente ideal para o mesmo empreendimento. E por isso, prestar atenção aos feedbacks dos clientes, pode ajudar na hora de construir a sua persona ideal.

Assista ao vídeo.



Ainda não conhece o Acelerato? Não perca tempo, acesse agora e cadastre-se gratuitamente clicando aqui